Boletim Semanal | nº 637 | 11/06/2020

O ciclista do "novo normal" já existe, a cidade é que vai ter que mudar

Ao observar as principais cidades do mundo nos últimos meses, já é possível perceber os efeitos da pandemia sobre a mobilidade, como o agravamento da crise dos transportes públicos, decorrente das recomendações de distanciamento e isolamento social, e a adoção de medidas emergenciais fora do domínio do transporte público para as pessoas que precisam continuar a circular. Em artigo, Juciano Rodrigues, pesquisador do Núcleo Rio de Janeiro, argumenta que o "novo normal" para a mobilidade não poderá mais ignorar a bicicleta ou apenas tratá-la como peça de marketing urbano. Nesse sentido, o autor questiona se sabemos o suficiente sobre quem transita por bicicleta para realizar suas atividades, como trabalhar e estudar. Se o "novo normal" vai incluir a bicicleta, quem são as pessoas que estarão nas ruas caso as cidades brasileiras resolvam olhar para outros países e – dessa vez com razão – copiar o que está sendo feito lá fora?

As políticas de gestão das águas e do saneamento básico em área metropolitanas

Com o objetivo de apresentar as pesquisas em desenvolvimento na rede, lançamos a série "Pesquisas OM". No formato de vídeos curtos, quinzenalmente divulgamos os projetos que compõem o Programa 2017-2020 do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) Observatório das Metrópoles. Essa semana o tema é Gestão das Águas, cujo projeto de pesquisa busca analisar e avaliar a gestão das águas e do saneamento básico em área metropolitanas e aglomerações urbanas em três dimensões: política, ambiental, técnica e urbanística. O objeto de análise são as políticas públicas, suas características e sua capacidade de atuar sobre a universalização do acesso ao saneamento básico, reduzindo as desigualdades, de promover a segurança hídrica e de preservar a qualidade dos recursos hídricos. Confira o vídeo!
Nós respeitamos a sua privacidade e somos contra o spam.
Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele seu recebimento acessando aqui.