Boletim Informativo | nº 651 | 17/09/2020

Seminário promovido pelo Observatório das Metrópoles debateu os conceitos de Charles Tilly

Realizado essa semana, o seminário "Desigualdades Duráveis na Perspectiva de Charles Tilly" teve por objetivo estabelecer um diálogo entre os conceitos de Tilly e os diferentes aspectos das desigualdades duráveis na sociedade brasileira. Organizado pelo grupo de pesquisa do Observatório das Metrópoles "Estrutura Social das Metrópoles Brasileiras", coordenado por Marcelo Gomes Ribeiro, o evento contou com duas mesas temáticas. Ao estabelecer interlocução com pesquisadores(as) que já aplicaram a abordagem teórica e metodológica de Tilly, o seminário permitiu compreender o seu emprego em diferentes estruturas organizacionais, além de abordar possibilidades de ações coletivas ou práticas institucionais que podem superar as desigualdades. O evento foi transmitido pelo Youtube e o registro já está disponível em nosso canal.

Monitoramento da atuação do poder público com comunidades e grupos vulnerabilizados no contexto da pandemia

A Articulação por Direitos na Pandemia, iniciativa composta por dezenas de entidades, coletivos, movimentos sociais e organizações populares de todo o Brasil, incluindo o Observatório das Metrópoles, lançou recentemente o seu Boletim n° 02. Nesta edição, o boletim destaca o lançamento do site oficial da Articulação por Direitos na Pandemia, de modo a facilitar o acesso às informações produzidas. Outro destaque é o lançamento de uma série de diálogos abertos para debater e construir ações em cima dos dados levantados pelo monitoramento da atuação do poder público. Serão sete diálogos, um para cada tema prioritário identificado pela articulação. O primeiro, intitulado "Moradia e despejos na pandemia", ocorreu essa semana e está disponível no Youtube. Confira!
Nós respeitamos a sua privacidade e somos contra o spam.
Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele seu recebimento acessando aqui.